Continua após a publicidade..

A poda de árvores urbanas é uma prática fundamental para manter não apenas a saúde das árvores, mas também a segurança dos espaços públicos. Realizar esse procedimento de forma responsável e cuidadosa é essencial para promover a sustentabilidade e o bem-estar ambiental. Neste guia completo, serão compartilhadas dicas sobre como podar árvores urbanas adequadamente, abordando desde a importância da poda nas diferentes fases da vida das árvores até as normas técnicas necessárias para a realização dessa atividade.

A poda de árvores em áreas urbanas desempenha um papel crucial na prevenção de acidentes e na conservação de patrimônios privados. É importante estar ciente das legislações locais e normas técnicas vigentes para evitar penalidades e garantir que a poda seja realizada de forma segura e eficiente. Além disso, saber identificar as situações que demandam a poda, como liberação de áreas, poda de limpeza e podas estruturais, é essencial para garantir a saúde e a longevidade das árvores presentes em ambientes urbanos.

Continua após a publicidade..

A importância da poda de árvores urbanas para a segurança pública e a preservação do ambiente

Outline:

A poda de árvores urbanas é essencial para a segurança pública e a preservação do ambiente. Conheça a importância dessa prática e suas contribuições.

Orientações práticas para realizar uma poda eficiente e segura em árvores urbanas

Continua após a publicidade..

Confira dicas e passos importantes para realizar uma poda eficiente e segura em árvores urbanas, garantindo a saúde das árvores e a segurança dos espaços públicos.

Orientações práticas para realizar uma poda eficiente e segura em árvores urbanas

Orientações práticas para realizar uma poda eficiente e segura em árvores urbanas

A necessidade de poda surge em diferentes estágios da vida de uma árvore:

Antes de iniciar qualquer procedimento de poda, é essencial consultar a legislação local e as normas técnicas pertinentes, como a ABNT 16.246-1. Muitos municípios exigem autorização prévia para a realização da poda, o que reforça a importância de estar alinhado às regulamentações para evitar penalidades.

As principais situações que justificam a poda urbana são:

O primeiro motivo para a poda de árvores em calçadas é garantir a liberação da área, ou seja, facilitar a passagem de pedestres e veículos. Esse tipo de poda é necessário quando a árvore possui brotações na base que obstruem o caminho. Você pode iniciar a retirada dos galhos usando a técnica de três cortes para eliminar o peso do galho de maneira segura, antes de fazer o corte final. Assim, a saúde da árvore é preservada.

A segunda situação é a poda de limpeza, realizada para garantir a segurança de pedestres e veículos. Esse tipo de poda é indicado para remover galhos velhos, podres ou que apresentam riscos de queda, como galhos com casca solta ou fissuras, capazes de causar acidentes graves.

Por fim, existe a necessidade de podas estruturais, de redução de altura e correção de galhos, especialmente para adequação ao mobiliário urbano, como fios de energia e iluminação pública. Essas podas são importantes para prevenir o contato da vegetação com a infraestrutura urbana. De qualquer forma, não corra riscos. As podas próximas à rede elétrica devem ser realizadas por profissionais capacitados.

Após um temporal, realize uma avaliação detalhada das árvores afetadas:

Galhos quebrados, troncos rachados ou qualquer sinal de comprometimento estrutural exigem atenção imediata. Outro aspecto importante é identificar áreas necrosadas onde os galhos podem ter se rompido, devido à combinação de ventos fortes e vulnerabilidades preexistentes na árvore. A remoção cuidadosa dos galhos afetados é essencial para evitar riscos adicionais. Para isso, use ferramentas adequadas, como a motosserra.

Vamos ao passo a passo de uma poda eficiente:

O corte deve ser feito de maneira que preserve a crista e o colar da árvore, pois isso evita a exposição a fungos e bactérias. A cicatrização também ocorre de forma mais eficaz. Inicie fazendo um corte leve abaixo do ponto onde o corte final será realizado, para evitar que a casca se rasgue. Em seguida, faça o corte principal acima do primeiro, garantindo que o peso do galho não cause danos à árvore. Evite o uso de substâncias químicas ou tinta no local do corte, pois isso interfere no processo natural de cicatrização da árvore.

Sobre a autorização para poda ou corte de árvores:

Muitas pessoas desconhecem que, independentemente de uma árvore estar em uma propriedade privada, a sua remoção ou poda necessita de autorização de um órgão público competente. Essa exigência tem como objetivo a proteção do meio ambiente e a preservação da vegetação nativa, essencial para o equilíbrio ecológico. O processo para obter a autorização para poda ou corte varia conforme a jurisdição do local onde a árvore se encontra.

Descarte apropriado de galhos e partes de árvores:

Quanto aos galhos e partes da árvore que já caíram, considere alternativas práticas para seu aproveitamento ou descarte apropriado. A responsabilidade pela poda de árvores em áreas urbanas geralmente cabe aos órgãos municipais ou a empresas especializadas contratadas por eles. No entanto, em propriedades privadas, o proprietário tem a responsabilidade, mas deve seguir as normas municipais e, em alguns casos, obter autorização.

Melhores meses para a poda de árvores:

Os melhores meses para a poda de árvores variam de acordo com o clima local e a espécie da árvore. De modo geral, períodos fora da estação de crescimento, como o outono ou o início do inverno, são considerados ideais para evitar estresses desnecessários à planta.

«
»