Gerbera como cuidar: Tudo que você precisa saber

Continua após a publicidade..

As gerberas, conhecidas como margaridas africanas, são flores encantadoras e vibrantes que atraem admiradores com sua aparência deslumbrante. Originárias da África do Sul, essas belas flores pertencem à família Asteraceae, também conhecida como Compostas.

Sua variedade de cores, formas e tamanhos as tornam uma escolha popular para jardineiros e entusiastas de jardinagem em todo o mundo. Neste artigo, aprenderemos tudo sobre como cuidar das gerberas, desde sua seleção e plantio até os cuidados contínuos para mantê-las saudáveis e exuberantes.

Continua após a publicidade..

Gerbera como cuidar?

Para cuidar de gerberas, forneça-lhes luz solar direta por pelo menos 6 horas diárias, solo bem drenado e rega moderada (evitando o encharcamento). Pode as flores murchas e proteja-as de temperaturas extremas. Adicione fertilizante equilibrado para nutrição adequada.

O que são Gerberas?

As gerberas são plantas perenes que apresentam folhas verdes profundas e flores que se assemelham a margaridas tradicionais, mas com um toque mais exuberante e colorido.

Continua após a publicidade..

O centro das gerberas é frequentemente destacado por uma coloração mais escura, criando um belo contraste com as pétalas. Sua diversidade de cores, que inclui tons suaves, pastéis e vibrantes, torna-as ideais para alegrar qualquer jardim, canteiro ou arranjo floral.

Tipos e Variedades de Gerberas

Com uma ampla variedade de tipos e cultivares disponíveis, as gerberas oferecem uma gama de opções para os amantes de flores. As variedades mais comuns incluem:

Receber dicas e truques
Receba as melhores dicas e truques para deixar sua casa linda e aconchegante.
  1. Gerberas Simples: Com uma única camada de pétalas, as gerberas simples são as mais tradicionais e apresentam um aspecto elegante e gracioso.
  2. Gerberas Dobradas: Essas gerberas possuem pétalas adicionais, proporcionando uma aparência mais volumosa e luxuosa.
  3. Gerberas Semi-Dobradas: As gerberas semi-dobradas são uma mistura entre as simples e as dobradas, exibindo um charme único.
  4. Gerberas Mini: Essas são versões menores das gerberas tradicionais, perfeitas para pequenos arranjos e vasos.
  5. Gerberas Bicoloridas: Com pétalas em duas cores distintas, as gerberas bicoloridas criam um efeito visual cativante.
  6. Gerberas em Degradê: Essas gerberas apresentam um gradiente suave de cores em suas pétalas, proporcionando uma beleza única.

Escolhendo a Gerbera Certa

Ao escolher gerberas para o seu jardim ou arranjo floral, é essencial selecionar plantas saudáveis e robustas. Procure por gerberas com folhas verdes brilhantes e caules fortes.

Os botões devem estar firmes e prestes a florescer. Evite plantas com sinais de danos, como folhas murchas ou manchas nas pétalas. Ao adquirir gerberas em uma floricultura ou viveiro, verifique se elas estão bem cuidadas e livres de pragas.

Condições de Cultivo Ideais

Para garantir que suas gerberas prosperem, é fundamental fornecer-lhes as condições ideais de cultivo. Aqui estão alguns fatores importantes a serem considerados:

Luz Solar e Temperatura

As gerberas são plantas que adoram luz solar direta. Portanto, certifique-se de plantá-las em uma área que receba pelo menos 6 horas de luz solar por dia. Além disso, elas preferem climas moderados, com temperaturas diurnas variando entre 18°C e 24°C. Evite expor as gerberas a temperaturas extremas, como geadas ou calor intenso, pois isso pode afetar negativamente o seu crescimento.

Solo e Drenagem

O solo é um aspecto crucial para o cultivo bem-sucedido das gerberas. Elas prosperam em solos bem drenados, ricos em matéria orgânica e com boa aeração. Um solo argiloso ou pesado pode reter muita umidade, o que pode levar ao apodrecimento das raízes.

Para melhorar a drenagem, adicione areia ou perlita ao solo, permitindo que o excesso de água seja facilmente drenado.

Rega Adequada

A rega adequada é essencial para o desenvolvimento saudável das gerberas. Evite encharcar o solo, pois o excesso de umidade pode levar ao apodrecimento das raízes e ao desenvolvimento de doenças fúngicas.

Por outro lado, permitir que o solo fique completamente seco por longos períodos também pode afetar negativamente a planta. O ideal é regar as gerberas quando o topo do solo estiver seco ao toque.

Fertilização

As gerberas precisam de nutrientes para crescer e florescer exuberantemente. Ao plantá-las, adicione composto orgânico ou fertilizante de liberação lenta ao solo para fornecer os nutrientes essenciais.

Durante a temporada de crescimento, aplique um fertilizante equilibrado a cada dois meses para garantir que as plantas recebam os nutrientes necessários.

Plantio e Propagação das Gerberas

O plantio correto e a propagação adequada são fundamentais para o sucesso no cultivo das gerberas. Existem duas principais formas de plantar e propagar essas flores:

Plantio em Vasos

As gerberas podem ser cultivadas em vasos, o que as torna uma excelente opção para quem possui um espaço limitado de jardim ou deseja tê-las em ambientes internos. Ao plantar gerberas em vasos, siga estes passos:

  1. Escolha um vaso com furos de drenagem no fundo para garantir a boa drenagem do solo.
  2. Preencha o vaso com um substrato bem drenado, como uma mistura de terra, areia e matéria orgânica.
  3. Plante a gerbera no vaso, certificando-se de que as raízes estejam cobertas pelo solo.
  4. Posicione o vaso em um local que receba luz solar direta por pelo menos 6 horas diárias.

Propagação por Sementes

A propagação por sementes é uma opção para quem deseja aumentar o número de gerberas em seu jardim. Para propagar gerberas a partir de sementes, siga estes passos:

  1. Escolha sementes de gerberas de qualidade de um fornecedor confiável ou colha sementes de flores maduras das gerberas existentes em seu jardim.
  2. Semeie as sementes em um solo leve e bem drenado, pressionando-as levemente no solo.
  3. Mantenha o solo levemente úmido, mas não encharcado, até que as mudas comecem a brotar.
  4. Transplante as mudas para locais definitivos quando elas estiverem grandes o suficiente para serem manuseadas.

Propagação por Divisão de Touceira

A propagação por divisão de touceira é uma maneira rápida e eficaz de obter novas plantas a partir de gerberas existentes. Siga estes passos para propagar suas gerberas por divisão de touceira:

  1. Escolha uma planta-mãe saudável e bem estabelecida.
  2. Desenterre a planta e separe cuidadosamente as mudas laterais, certificando-se de que cada muda tenha raízes e folhas.
  3. Plante as mudas separadas em novos locais ou vasos, seguindo as mesmas orientações de plantio mencionadas anteriormente.

Cuidados Contínuos

As gerberas requerem cuidados contínuos para mantê-las saudáveis e com flores abundantes. Aqui estão algumas dicas para cuidar adequadamente de suas gerberas:

Poda das Gerberas

A poda regular das gerberas é essencial para garantir que a planta canalize sua energia para o crescimento de novas flores. Remova as flores murchas e caules secos regularmente para incentivar o florescimento contínuo.

Controle de Pragas e Doenças

Fique atento a sinais de pragas ou doenças em suas gerberas. Afídeos, pulgões e cochonilhas são algumas das pragas comuns que podem afetar essas flores. Se identificar infestações, aplique medidas de controle adequadas, preferencialmente utilizando métodos naturais ou produtos orgânicos.

Suporte e Amarração

Em algumas situações, as gerberas podem precisar de suporte e amarração para manter seus caules eretos e evitar que se dobrem ou quebrem sob o peso das flores. Use estacas ou tutores para apoiar as plantas quando necessário.

Gerberas como Flores de Corte

As gerberas são uma excelente escolha para arranjos de flores de corte, adicionando um toque de cor e alegria a qualquer ambiente. Ao cortar as gerberas para arranjos, siga estas etapas:

  1. Escolha flores com caules longos e saudáveis, cortando-as cuidadosamente com uma tesoura afiada.
  2. Coloque as flores em um balde com água fresca imediatamente após o corte, permitindo que elas absorvam a água antes de arranjar o buquê.

Problemas Comuns no Cultivo de Gerberas

Embora as gerberas sejam geralmente resistentes e fáceis de cuidar, alguns problemas podem surgir durante o cultivo. Aqui estão algumas questões comuns e como resolvê-las:

Folhas Amareladas

Folhas amareladas podem ser um sinal de excesso de umidade ou falta de nutrientes no solo. Revise suas práticas de rega e adubação para corrigir esse problema. Além disso, certifique-se de que o solo tenha uma boa drenagem para evitar o apodrecimento das raízes.

Flores Murchas

Flores murchas podem ser resultado de rega inadequada ou altas temperaturas. Verifique se suas gerberas estão recebendo água suficiente, especialmente durante períodos quentes e secos. Proteja as plantas do sol direto durante as horas mais quentes do dia para evitar que as flores murchem prematuramente.

Caules Fracos

Caules fracos podem ocorrer quando as gerberas não recebem luz solar suficiente ou quando não são adequadamente sustentadas. Certifique-se de que suas plantas estejam recebendo a quantidade adequada de luz solar diariamente e forneça suporte às hastes quando necessário.

Dicas Extras para um Cultivo Bem-Sucedido

Além dos cuidados mencionados acima, aqui estão algumas dicas adicionais para garantir um cultivo bem-sucedido de gerberas:

  1. Controle de Pragas de Forma Natural: Prefira usar métodos naturais de controle de pragas, como introdução de insetos benéficos ou aplicação de soluções caseiras à base de alho ou pimenta.
  2. Evite o Encharcamento: Evite regar em excesso, pois isso pode levar ao desenvolvimento de doenças fúngicas e apodrecimento das raízes.
  3. Proteja Contra Geadas: Em áreas com invernos rigorosos, proteja suas gerberas do frio extremo, cobrindo-as com tecido ou levando-as para ambientes internos.
  4. Remova Flores Murchas: Remover flores murchas não apenas melhora a aparência da planta, mas também estimula o surgimento de novas flores.
  5. Rotação de Cultura: Evite plantar gerberas no mesmo local do jardim por anos consecutivos. Faça a rotação de cultura para evitar o esgotamento do solo e prevenir o surgimento de doenças.

Curiosidades Sobre as Gerberas

As gerberas têm uma história fascinante e curiosidades interessantes que as tornam ainda mais cativantes:

  1. Nome Científico: O nome científico das gerberas é Gerbera jamesonii, em homenagem a Robert Jameson, um naturalista inglês.
  2. Popularidade Mundial: Essas belas flores são populares em todo o mundo e são frequentemente utilizadas em arranjos florais, buquês de casamento e eventos especiais.
  3. Longa Duração: Quando devidamente cuidadas, as gerberas podem durar até duas semanas como flores de corte.
  4. Atrativo para Polinizadores: As gerberas são atraentes para borboletas e abelhas, contribuindo para o equilíbrio ecológico do jardim.
  5. Cultivo como Plantas Ornamentais: Além de seu uso em jardins e arranjos florais, as gerberas também são cultivadas como plantas ornamentais em ambientes internos.

Significado das Cores das Gerberas

Cada cor de gerbera possui um significado simbólico especial, tornando-as ainda mais especiais como presentes ou expressões de sentimentos:

  • Gerberas Vermelhas: Representam amor e paixão, tornando-se uma escolha perfeita para presentear um ente querido.
  • Gerberas Amarelas: Simbolizam amizade, alegria e otimismo, sendo uma opção ideal para presentear amigos ou desejar felicidade a alguém especial.
  • Gerberas Rosa: Representam gratidão, apreço e admiração, tornando-se uma escolha adequada para expressar sentimentos carinhosos e afetuosos.
  • Gerberas Brancas: Simbolizam inocência, pureza e paz, sendo frequentemente usadas em casamentos e eventos religiosos.
  • Gerberas Laranja: Representam entusiasmo, energia e criatividade, tornando-as ideais para presentear alguém que está embarcando em uma nova jornada ou desafio.

Perguntas Frequentes sobre Cuidados com Gerberas

  1. As Gerberas São Plantas Tóxicas?
    • Sim, as gerberas são consideradas levemente tóxicas se ingeridas e podem causar desconforto digestivo. É importante mantê-las fora do alcance de animais de estimação e crianças pequenas.
  2. Qual a Frequência Ideal de Rega?
    • As gerberas devem ser regadas quando o topo do solo estiver seco ao toque. Evite regar em excesso para prevenir o apodrecimento das raízes.
  3. É Possível Cultivar Gerberas em Ambientes Internos?
    • Sim, é possível cultivar gerberas em ambientes internos, desde que elas recebam luz solar adequada. Coloque-as em locais ensolarados próximos a janelas ou varandas.
  4. Como Evitar o Aparecimento de Pragas?
    • Para evitar o aparecimento de pragas, mantenha o jardim limpo e livre de detritos. Acompanhe regularmente suas gerberas para identificar qualquer sinal de infestação e aplique medidas naturais de controle, se necessário.
  5. As Gerberas Podem Ser Cultivadas em Todas as Regiões?
    • As gerberas são mais adequadas para climas moderados, com temperaturas amenas. Em regiões com invernos rigorosos, é recomendável protegê-las em ambientes internos durante a estação fria.

Conclusão

As gerberas são flores verdadeiramente encantadoras, conhecidas por sua beleza vibrante e aparência radiante. Com o cuidado adequado e atenção aos detalhes, é possível desfrutar de suas flores exuberantes e coloridas em jardins, canteiros e arranjos florais. Lembre-se de fornecer às gerberas as condições ideais de luz solar, solo bem drenado e rega adequada.

Além disso, mantenha suas plantas livres de pragas e doenças, podando regularmente e removendo flores murchas. Ao seguir essas orientações, você estará recompensado com o espetáculo contínuo de gerberas florescendo em toda a sua glória e adicionando um toque de beleza à sua vida e ao seu lar.

Deixe-se encantar pela beleza e simbolismo dessas flores magníficas e compartilhe a alegria que as gerberas trazem com seus amigos e entes queridos. Aproveite o cultivo dessas belas flores e experimente diferentes variedades e cores, criando um jardim encantador que será a inveja de todos os seus vizinhos!

%d blogueiros gostam disto: